Pular para o conteúdo
Home » Blog » Marketing Tradicional Vs Digital Onde Gastar Seu Orçamento

Marketing Tradicional Vs Digital Onde Gastar Seu Orçamento

imagem de um celular e uma folha de papel sobre a mesa

Marketing Tradicional vs. Digital: Evolução do Conteúdo Digital

O marketing tem estado dentro de nossas casas para sempre, sendo parte da nossa família vive em nossas TVs e salas todas as noites, mas as coisas mudaram drasticamente na última década; marketing foi movido para nossos bolsos. As mudanças no consumo de conteúdo afetam o orçamento das empresas e impulsionam as decisões de marketing para uma disputa entre o marketing tradicional versus digital.

O marketing tradicional versus digital tornou-se uma decisão difícil quando você precisa atingir um grande volume de consumidores rapidamente. Embora tenhamos visto um aumento significativo no consumo de canais digitais e no crescimento dos orçamentos de marketing digital, as capacidades de crescimento ainda são menores do que o canal tradicional.

Por que o marketing digital está evoluindo tão rápido, e por quanto tempo as empresas ainda investem em canais tradicionais?

Este artigo mostrará algumas razões para essa mudança e alguns números de mercado para ajudar você e as futuras decisões orçamentárias de marketing da sua empresa.

O Movimento Digital

Marketing Digital escrito em blocos
O Marketing Digital vem gradualmente substituindo a mídia tradicional

Com a velocidade com que os usuários consomem conteúdo digital na Internet, grandes marcas têm levado o marketing digital excepcionalmente a sério. O mesmo vale para o novo negócio e os já estabelecidos.

Mesmo que seu negócio tenha criado espaço para si mesmo, você deve manter a base de consumidores, o que exige que você mantenha seu gasto de marketing de forma eficiente.

Impacto Do Conteúdo Digital No Futuro Da TV Tradicional

O rádio dirigia principalmente entretenimento em casa com famílias amontoadas, ouvindo seus programas favoritos até a televisão. A partir daí, a narrativa visual dominou.

Televisão à moda antiga
Se você nasceu antes dos anos 90, provavelmente tinha uma TV em casa.

Os grandes atores na distribuição deste conteúdo televisivo foram as extensas redes de transmissão. Os canais de três letras que quase todos estão familiarizados.

O meio evoluiu drasticamente ao longo dos anos, mas a maioria das empresas de cabo adicionou mais canais, e os fabricantes fizeram TVs maiores e mais finas.

Site da ABC em 2000, primeiros anos de sua existência

A programação televisiva vai muito além da televisão física para existir em qualquer lugar que haja uma conexão com a Internet. Até mesmo os maiores e mais antigos canais têm se adaptado rapidamente para evitar que esse ávido consumidor digital seja esquecido.

ABC.go, adaptando o conteúdo ao consumo digital

Desapego da Televisão Física: Marketing Tradicional vs Digital

“Eu estava assistindo TV” costumava significar algo diferente do que faz agora.

O que uma vez descreveu sentado em frente a uma caixa quadrada em casa agora pode significar muitas coisas. Você poderia estar transmitindo um show no seu celular, esperando a consulta do seu médico.

Um copo mantido na frente de uma tela; nele está escrito Netflix
Netflix

A televisão acontece em todos os lugares. Você poderia ter sido binging um netflix show em seu telefone. Ou, você poderia estar sentado em frente a uma caixa quadrada — mas você estava assistindo Hulu através de sua Apple TV, Roku ou console de videogame.

A prevalência de internet de alta velocidade permite o streaming de conteúdo de vídeo sem interrupção e buffering sem fim. Isso adiciona um ponto significativo para resolver a batalha do marketing tradicional versus digital.

Streaming online em um tablet
O streaming em telefones e tablets tornou-se a única maneira de assistir conteúdo de vídeo para alguns americanos.

Smartphones e tablets tornaram-se poderosos o suficiente para serem sistemas de entretenimento portáteis. Plataformas flexíveis sob demanda dão ao público mais chances de assistir seus programas favoritos.

A tecnologia forneceu a base para que o conteúdo televisivo se espalhasse. Uma TV não é uma caixa física — é o conteúdo que já foi preso dentro dela.

O Fim das Redes de Transmissão e Cabo?

A televisão tradicional é dependente do tempo, dependente de localização e normalmente mais cara do que alternativas digitais de terceiros. Como a TV tradicional poderia esperar sobreviver às opções baratas, premium e sob demanda disponíveis?

Para cada artigo escrito sobre corte de cabos e fuga de contas de tv a cabo, muitas pessoas ainda assistem televisão tradicional — cerca de 36 horas por semana dele.

Pessoas esperando a cortina em um show para levantar
Programas de premiação na TV- ainda relevantes

Os programas de TV a cabo ainda não chegaram a milhões. A programação ao vivo baseada em eventos como a NFL e os programas de premiação ainda são grandes sorteios. O público se preocupa com o conteúdo de seus shows favoritos.

Se a televisão tradicional pode continuar a produzir programação de qualidade, continuará a haver uma audiência. Isso não quer dizer que será um futuro seguro para as companhias de TV a cabo.

As gerações mais jovens estão crescendo em um ambiente sob demanda, onde você pode binge shows por uma baixa taxa mensal. Eles não vão querer pagar $100 por um pacote de TV a cabo.

A mídia digital está na posição vencedora na tradicional batalha de marketing digital. Embora pareça que a televisão convencional sobreviverá, a estrutura de distribuição precisará ser abalada para competir.

Por Que Importa Que O Consumo Digital Esteja Aumentando?

A principal estrutura de monetização da televisão é a publicidade com os famosos comerciais de trinta segundos, que quebram a ação e incomodam os telespectadores. Claro, é muito mais difícil seguir a mesma estrutura de monetização com conteúdo digital. O público não gosta de ver anúncios.

Um usuário de celular transmitindo no celular
O consumo digital está aumentando.

É caro produzir publicidade televisiva. É particularmente caro devido à alta concorrência forçando padrões de qualidade mais altos, e esta é uma das razões pelas quais a mídia digital está ganhando na batalha contra a mídia tradicional. O futuro pode ser em publicidade nativa, colocação de produtos ou algo que a indústria ainda nem chegou.

Dois homens filmando uma entrevista de outro homem
Conteúdo de vídeo

A tecnologia continuará tornando o conteúdo de vídeo cada vez mais acessível — ótimas notícias para o público espectador e um desafio difícil para os profissionais de marketing que procuram alcançar esses espectadores.

READ ALSO  14 Dicas De Currículo Para Conseguir Sua Próxima Entrevista

A Evolução Do Marketing Digital E A Razão Para Seu Crescimento

Desde sua criação, o marketing digital sempre foi sobre encontrar uma vantagem para alcançar o público certo. É uma indústria em movimento rápido, com novas plataformas chegando aparentemente todos os dias e trazendo novas possibilidades estratégicas junto com elas.

Vários ícones de imagem de várias plataformas de mídia social em uma tela
As plataformas digitais estão chegando todos os dias.

A vantagem competitiva no marketing digital muitas vezes vem de ter um profissionais de marketing que pensa em avançar que pode ficar por dentro das tendências e fornecer contexto para novas plataformas, canais e táticas. Cada vez mais, porém, essa vantagem pode ser alcançada através de meios desumanos : automação de marketing.

1) O Avanço Da Tecnologia Para Compra E Venda

Uma das técnicas emergentes de automação é o marketing programático. Muitas peças complexas compõem o marketing programático, mas se resume ao uso de dados, algoritmos e aprendizado de máquina para otimizar a publicidade digital.

Dados e análises em uma tela de laptop
Analytics

Se isso ainda é confuso, você pode verificar como os profissionais do Smart Insights definem o processo programático.

Definição programática por Insights Inteligentes

Vamos entrar em como a programática está ajudando a levar o marketing digital adiante com a definição fora do caminho.

2) Marketing Digital Permite Alvo Preciso

Tradicionalmente, os profissionais de marketing eram capazes de atingir de forma muito ampla.

Anúncios de televisão são mostrados para quem está assistindo; o marketing seleciona um programa de TV cuja audiência se alinha mais perto de seus clientes. Rádio é do mesmo jeito.

Um conjunto de audiência
Saiba quem é seu público de verdade.

Então, com as vastas quantidades de dados que o Google e as redes sociais têm, você pode começar a segmentar ainda mais. Quer enviar um anúncio para todas as mulheres com mais de 40 anos que moram em Nebraska? Não há problema.

Essa abordagem tem limitações porque nem todas as mulheres no Nebraska têm as mesmas características e a intenção do comprador. A natureza dinâmica do marketing programático permite que você lance em anúncios para ser mostrado a usuários específicos — em tempo real.

Não um conjunto específico de usuários, mas um indivíduo real. Conhecer seu público é genuinamente permite que você os dirija de forma mais eficiente e eficaz.

3) É Orientado Por Dados

Estamos bem na era do big data. Não faltam dados. Há falta de tempo para analisar esses dados para que padrões inspirem estratégia.

Mídia tradicional vs Mídia digital
Os dados estão vencendo a batalha pelo marketing digital versus marketing tradicional

A natureza de licitação em tempo real do marketing digital permite a análise prática. Com a compra de publicidade em massa, os dados só explicam segmentos amplos. Com a compra programática ou de mídias sociais, você é capaz de perfurar e otimizar em movimento.

Ainda há um elemento de toque humano para otimizar contas plenamente, mas o computador pode agilizar o processo.

A indústria precisará de mentes cada vez mais analíticas à medida que a publicidade digital e as estratégias baseadas em dados continuarem a crescer no marketing.

4) Está Em Toda Parte

Todo mundo no marketing sabe que o celular está muito além de ser uma tendência. É um pilar de qualquer mistura de marketing de qualidade. Mas, há mais no marketing digital do que apenas apenas mobile e desktop. A publicidade está em toda parte.

Consumo móvel em movimento

São dispositivos de streaming de TV, tablets, aplicativos, relógios e muito mais. É uma paisagem em constante mudança. Embora existam algumas limitações para o sucesso da programática no celular, ele fornece aos usuários um amplo alcance com pouco esforço em excesso.

Enquanto os esforços tradicionais de marketing tinham que ser negociados em cada plataforma, o digital permite que os usuários lancem em várias plataformas para alcançar seu público.

No marketing digital, encontrar seu público ideal é crucial. As capacidades digitais da Target estão ajudando os profissionais de marketing a atingir facilmente esse objetivo.

5) É Economia De Tempo

A melhor parte de qualquer automação de marketing digital é que ela economiza tempo e esforço. Ainda mais do que o investimento monetário, o tempo pode ser o recurso mais precioso de uma empresa.

Moedas com um relógio no fundo
Tempo como um recurso valioso para os profissionais de marketing

Há uma oferta limitada, especialmente para empreendedores e pequenos empresários.

Se você pode economizar uma hora automatizando um processo, essa é uma hora que você pode investir em outros aspectos do seu negócio. O marketing digital está se tornando um sistema de priorização.

Em qual site de mídia social você deve estar? E a plataforma de e-mail? Quem você deve atribuir um representante de conta ao mais novo cliente?

Com o marketing digital, a quantidade de tempo que você economiza com automação pode ajudá-lo a liberar a largura de banda para muitas outras decisões que precisam ser tomadas diariamente.

6) Celular

Mobile era uma tendência quente há alguns anos. Ia revolucionar a forma como os usuários interagem com marcas online. E tem. Mobile é uma das raras tendências da internet que atendeu a todas as expectativas.

O futuro do marketing na internet vai girar em torno dos usuários móveis. O número de usuários de smartphones continua a crescer. Tablets e tecnologia vestível continuarão a aumentar a popularidade da conectividade em movimento.

Entendendo O Usuário Móvel

Usuários de desktop e usuários de celular nem sempre estão procurando as mesmas coisas. Os usuários de celular, por definição, estão em movimento e estão frequentemente procurando resultados baseados em localização.

Mapa sendo mostrado em uma tela móvel
Experiência do usuário móvel

Um usuário de desktop pode querer uma longa lista de produtos disponíveis, mas um usuário de celular quer saber que horas você está aberto porque eles já estão a caminho de você. Profissionais de marketing e web designers precisam perceber essa diferença e entregar a experiência do usuário que o usuário móvel espera.

READ ALSO  A Indústria Farmacêutica É Uma Boa Opção De Carreira?

Seja em uma cópia de anúncio ou em um layout de site responsivo, a experiência precisará ser adaptada para dispositivos móveis. Ainda parece que a mídia digital tem vantagem no marketing tradicional versus digital?

Novas Métricas De Sucesso

O usuário móvel espera que um site, aplicativo ou qualquer coisa funcione tão bem em seu telefone quanto em um desktop. As velocidades de carga da página se tornarão um fator crucial de sucesso para as interações na internet.

Um celular transmitindo na frente de um desktop
Experiência do usuário é tudo.

Os usuários de celular sairão se tiverem que esperar muito. E “longo” é apenas alguns segundos. Os profissionais de marketing terão que chamar a atenção dos usuários rapidamente antes de passar para a próxima coisa. Bom o suficiente não vai cortá-lo.

O usuário móvel quer uma grande experiência, e os profissionais de marketing precisarão encontrar uma maneira de fornecer isso.

Mudança De Otimização Do Mecanismo De Busca

Foi quando o Google começou oficialmente a priorizar sites compatíveis com mobile em rankings de pesquisa. Era um sinal de que o celular estava se tornando cada vez mais uma prioridade para o Google, aumentando a vitória das mídias digitais na tradicional batalha de marketing digital.

Marketing online escrito em uma tela de tablet
SEO é importante para o ranking do Google

E quando algo é uma prioridade para o Google, é melhor que seja uma prioridade para os profissionais de marketing da Internet. Coisas como localização, reputação de mídia social e comentários são sinais potenciais de relevância para os pesquisadores móveis.

Você precisará gerenciar essas coisas de perto para ser notado em pesquisas futuras.

A Necessidade De Publicidade Criativa

Com o lançamento do iOS atual da Apple, os bloqueadores de anúncios vieram fortes. Os usuários não querem ser bombardeados com publicidade que possa arruinar sua experiência online.

Um carro vintage estacionado em frente a uma parede criativa
Publicidade criativa

Anúncios móveis podem aumentar o tempo de carga da página, o que, como mencionado acima, é uma coisa ruim. Eles também podem diminuir o foco do conteúdo. Os profissionais de internet terão muito em breve que encontrar maneiras de contornar esse crescimento no bloqueio de anúncios.

Encontrar maneiras de anunciar em formatos discretos será fundamental. Publicidade nativa e grandes experiências de conteúdo podem ser uma maneira de contornar isso.

7) Compra Em Movimento

Se os profissionais de marketing amam uma coisa, é obter conversões online — ganhar receita na Internet.

Site de e-commerce em uma tela móvel
Compra online

O mobile fornece um bloqueio interessante para o eCommerce porque a maior parte do tempo gasto online é gasto assistindo vídeos ou navegando nas mídias sociais. Normalmente, há muitos passos entre ver as mensagens e a compra de um profissionais de marketing.

A tendência é adicionar mais oportunidades de compra diretamente de sites de terceiros. Assim como as mídias sociais gigantes, o Facebook e o Pinterest adicionaram botões de compra para os profissionais de marketing em seus serviços. É provável que mais se sigam. Os profissionais de marketing móvel estarão vendo muito mais opções para remover passos da jornada do comprador.

As Tendências Do Orçamento De Publicidade Tradicional E Digital

Não é segredo que as atividades digitais têm se tornado cada vez mais críticas para as empresas em seus orçamentos publicitários, e essa importância está agora sendo refletida nas estatísticas globais.

Em Primeiro Lugar, Quais São Os Diferentes Componentes Da Publicidade Digital E Tradicional?

Podemos listar várias formas de publicidade digital, mas a publicidade de exibição, os mecanismos de busca e as mídias sociais são os mais importantes.

Publicidade De Exibição

Exemplo de publicidade de exibição no Washington Post

A publicidade de exibição refere-se aos pontos que os profissionais de marketing podem comprar em sites ou redes.

Um exemplo é comprar espaço em notícias de sites através de banners da Web, pop-ups ou anúncios flutuantes.

Devido ao surgimento de milhões de novos sites, o espaço de anúncios online tornou-se uma opção menos cara, permitindo que as marcas continuem divulgando suas mensagens em muitas áreas.

As empresas podem comprar anúncios por cliques por até 1 centavo.

Para profissionais de marketing com orçamentos apertados, a publicidade online se encaixa bem. As campanhas digitais são ótimas, mas não servem de propósito se os consumidores não encontrarem seu site ou marca ao pesquisar sua próxima compra.

Motores De Busca

É precisamente por isso que o motor de busca está se tornando cada vez mais vital. Os serviços de marketing do Search Engine ajudam as marcas a melhorar sua popularidade e visibilidade on-line com o domínio do Google e do Bing.

O lado bom desse tipo de plataforma é entrar em contato com os consumidores quando eles estão interessados e pesquisar algo que pode resultar em uma venda ou um lead.

Tela de pesquisa do Google em uma tela de laptop
Mecanismo de busca do Google

De acordo com o eMarketer, a oligarquia composta por Google, Facebook e Amazon recebeu 70% dos gastos totais em anúncios digitais. Outra pesquisa recente da Factual e lawless descobriu que, em média, quase metade dos gastos com publicidade por um profissionais de marketing está concentrada em relação aos três grandes do Google, Facebook e Amazon. 37,2% do total de gastos com anúncios digitais vai para o Google, enquanto 33,0% dos gastos com anúncios móveis.

De acordo com a pesquisa CMO 2018, as empresas em que o marketing digital lidera as atividades estavam em impressionantes 82,7%. Os gastos com SEO chegarão a aproximadamente US$ 80 bilhões anualmente.

Mídias Sociais

Claro, você não pode falar sobre publicidade digital sem mencionar as Mídias Sociais. Facebook e Twitter lideram a carga neste setor, mas plataformas como Instagram, YouTube e Snapchat rapidamente se atualizam à medida que aumentam sua base de usuários.

READ ALSO  Liderança Funcional: Tudo O Que Você Precisa Saber
Plataforma instagram
Publicidade nas mídias sociais

Por exemplo, o Instagram atingiu 500 milhões de usuários diários, e no ano passado começou a vender publicidade em sua plataforma. O Pinterest recentemente usou a mesma estratégia de venda de posts promovidos (Pinos no seu caso).

Em 2015, o Snapchat lançou seus serviços de publicidade, pedindo para desembolsar um mínimo de US$ 750.000 por dia para anunciar em sua plataforma social.

Logotipo do Snapchat
Snapchat

De acordo com a Pesquisa CMO do ano passado, 70,0% das empresas esperam aumentar seu investimento em gestão de mídias sociais, mostrando uma tendência de crescimento sólido neste orçamento de publicidade rei.

Em relatório em fevereiro de 2018, a Pesquisa CMO indica que as empresas gastam atualmente 12% de seus orçamentos de marketing em mídias sociais., em comparação com o que era em 2009, 3,5%.

Outros tipos de marketing digital são marketing de e-mail, marketing de afiliados, publicidade classificada online e publicidade de conteúdo.

A publicidade tradicional refere-se à televisão, rádio, jornais, revistas , outdoors e propriedades ao ar livre. Embora os orçamentos proporcionalmente continuem a diminuir em relação ao digital, o número de olhos que a publicidade tradicional atinge é precioso.

Quais São Os Números Do Orçamento Publicitário?

De acordo com a Kantar Media, em 2018, o orçamento total de publicidade foi estimado em us$ 151 bilhões nos Estados Unidos, um crescimento de 4,1% em relação a 2017.

Embora o número permaneça consistente com os anos anteriores, os percentuais das despesas tradicionais versus marketing digital (publicidade) continuam a sofrer alguma mudança.

Uma calculadora mantida em um orçamento tradicional vs marketing digital
Orçamento de anúncios: marketing tradicional vs digital

De acordo com um relatório recente da Strategy Analytics, o vídeo digital representará 20% dos anúncios globais de vídeo em 2023, com um CAGR de +10,8% ao longo de 2018 a 2023, atingindo US$ 51 bilhões.

Outra fonte, a Emarketer, espera que as despesas em anúncios digitais cheguem a 129,34 bilhões em 2019, representando 54,2% do orçamento de anúncios apenas nos Estados Unidos (o que nos dá um número total de 238b, muito acima dos gastos do ano anterior mencionados pela Kantar).

Embora o Google ainda tenha sido o líder em gastos no orçamento digital, os drivers por trás do aumento dos totais são liderados por sites de mídia social como Facebook e Amazon, com uma participação estimada de 31% em 2019 do orçamento digital total. O relatório destaca que essa tendência não deve mudar tão cedo.

Mercado digital estima gastos em 2019, por emarketer

A Maior Vítima Do Aumento Do Conteúdo Digital

A principal vítima dos gastos digitais provavelmente será a publicidade impressa, à medida que os orçamentos de impressão continuam a diminuir, uma queda significativa para a mídia tradicional.

Pilha de jornais
Mídia impressa

Segundo a Statista, os gastos com impressão continuam caindo por anos consecutivos. De acordo com as estimativas, as despesas com publicidade impressa caíram de 26,02 bilhões em 2016 para 24,34 bilhões em 2019. Estima-se que diminua ainda mais nos anos seguintes.

Imprimir gastos em USD Bilhões

No entanto, jornais e revistas estão cada vez mais priorizando seus sites para atrair receitas de anúncios online.

Revista
Revistas sendo afetadas pelo aumento das Mídias Digitais

A questão que surge ao discutir os orçamentos tradicionais é que o retorno do investimento é mais desafiador de se medir.

Enquanto isso, os investimentos digitais são simples de medir. Além disso, as pessoas estão frequentemente procurando sites de mídia social para consumir notícias ao vivo e na hora em vez de ler jornais impressos no dia seguinte.

Os Próximos Grandes Consumidores

Os millennials são o próximo grande mercado consumidor, e a taxa que eles dependem digital e móvel para a tomada de decisões de compra é impressionante.

Embora a publicidade digital continue a consumir percentuais de televisão do orçamento global de marketing, sua previsão ainda é estável devido ao número de pessoas que a mídia tradicional pode alcançar. Parece uma batalha equilibrada de marketing tradicional versus digital.

Millenials – os próximos grandes consumidores

Os millennials contam com a Internet para o consumo, o que aumenta a importância do digital no orçamento publicitário. Como mencionado anteriormente, o setor de impressão está atualmente em maior perigo, ou seja, a mídia tradicional está em apuros quando falamos sobre a batalha do marketing tradicional versus digital.

Marketing Tradicional vs Digital: Então, Qual É O Vencedor?

Devido ao aumento do digital e da consistência da publicidade tradicional, ainda é significativo que agências e profissionais de marketing internos pratiquem publicidade e marketing integrados, o que significa um mix de todos os tipos de publicidade para comunicar sua mensagem.

Como aludimos, cada tipo de publicidade tem seus prós e contras, e seu orçamento publicitário deve ser versátil. Assim, o marketing tradicional vs digital pode continuar sendo uma batalha não resolvida por muitos mais anos.

Ninguém pode negar a tremenda mudança de comportamento no consumo de anúncios, sendo muito mais nativo e direcionado através das infinitas possibilidades que a publicidade digital traz para a mesa.

Join the conversation

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *